A mais copiada das cervejas

Fala galera, bem-vindos novamente ao blog DE PAPO COM O WOT. Desta vez vamos falar um pouco mais sobre a Bohemian Pilsner, estilo que causou uma grande revolução no mundo cervejeiro e que originou o estilo de cerveja mais consumido no mundo a American Light-Pilsner, American Light Lager ou a famosa Pilsen para os brasileiros.

Um Rio de Cerveja

Em um dia qualquer de 1838 na cidade de Plzen, Bohemia (hoje República Checa), um rio de cerveja havia se formado, cervejeiros da cidade, insatisfeitos com a qualidade da cerveja produzida derramaram 36 barris de cerveja na rua, que correndo pelas valas terminaram no rio Radbuza.

Problemas com contaminação seja por leveduras selvagens ou bactérias, as ales produzidas na época eram muito propensas a estragar, portanto os cervejeiros da época decidiram que a cerveja era intragável.

O monge contrabandista

Meus caros, espionagem industrial também é coisa do passado. Em 1840, um monge conseguiu contrabandear uma levedura de baixa fermentação para fora da Baviera e levou direto aos cervejeiros de Plzen. Pura bondade do monge? Coincidentemente, na mesma época, um cervejeiro alemão chamado Josef Groll foi contratado pelos mesmos cervejeiros para ensinar os métodos de fabricação de cervejas utilizando leveduras Lager.

A utilização de levedura lager se deu pela capacidade dela fermentar os açúcares da cerveja a baixa temperatura, o que auxiliaria a reduzir a proliferação de bactérias indesejadas.

Água, Malte, Lúpulo e Levedura

Chegando em Plzen, Groll encontrou um grande estoque da levedura de lager disponível, bem como os excelentes lúpulos Saaz e um poço que fornecia água leve, ou seja, sem minerais. E utilizando apenas cevada “light”, parcialmente maltada, em 5 de outubro de 1842, os cervejeiros foram reunidos para degustar aquela nova cerveja.

De cor palha, tão clara que, mesmo com a cerveja dentro dos copos feitos de cristais da Bohemia, conseguiam ver o outro lado, impressionou o mundo acostumado às cervejas escuras e turvas da época. Nascia a Pilsner Urquell.

Copy Paste Os alemães, vendo a popularidade da nova cerveja, criaram sua própria receita, utilizando variedades de lúpulos alemães e dando um pouco mais de protagonismo a este ingrediente. Os americanos também desenvolveram sua própria versão. Adolphus Busch utilizou de arroz para baratear os custos além de reduzir a quantidade de lúpulo, criando a Budweiser e o estilo American-Light Lager.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *